Aumentar o tamanho da fonte   Diminuir o tamanho da fonte
Lista Telefônica E-mail
Facebook Twitter Instagram

Conheça o Museu de Zoologia e o Museu Interativo da Física

Na quarta e última reportagem especial sobre os museus da Universidade Federal do Pará, vamos conhecer o Museu de Zoologia e o Museu Interativo da Física, dois espaços interessantes dentro da UFPA, os quais ajudam a disseminar o conhecimento de uma forma prática e até mesmo divertida, levando a ciência para mais perto das pessoas. Até o próximo UFPA em Série. Boa leitura!

O Museu Interativo da Física (MINF) é um espaço de divulgação e popularização da Física e é o único deste modelo no Pará. Por meio de conjunto de experimentos, os conteúdos relacionados à Física e Ciências são explorados de maneira simples e direta, permitindo a interação do visitante com o experimento.  Segundo o diretor do MINF, Victor Façanha, o Museu, “além de incentivar o gosto pela ciência, de maneira prazerosa, desmistifica também algo preconizado na comunidade de estudantes dos ensinos fundamental e médio de que a Física é um ‘bicho de sete cabeças’ e não uma ciência bonita”.

O acervo do MINF é composto por réplicas de experimentos científicos que foram marcantes ao longo da história e explorados de forma interativa e lúdica, como a Lâmpada de Edson, a Bobina de Tesla, a Garrafa de Leyden, o Gerador Eletrostático de Wimshurt e o Telégrafo. “O MINF aproxima dos conceitos científicos mesmo aquele estudante que não tem nenhum conhecimento formal, visto que ele é levado a participar diretamente do experimento”, afirma o diretor do Museu.

Registro da fauna amazônica - Por outro lado, o Museu de Zoologia tem um caráter mais didático e científico e atende aos cursos do ICB para aulas e, como projeto de extensão, colabora com escolas que precisam de materiais para feiras de ciências, por exemplo. “A importância do Museu de Zoologia é gerar conhecimento sobre a composição e distribuição de espécies. O Museu é um registro do que é a fauna amazônica”, afirma o diretor do Museu, Luciano Montag.

O Museu de Zoologia está iniciando uma parceria com o curso de Museologia do Instituto de Ciências da Arte (ICA), para melhorar o ambiente e o método de exposição do acervo, já que, hoje, o espaço é muito pequeno e, por isso, o Museu não tem possibilidades de abrir para visitação. Uma nova proposta, que está em construção pela direção do Museu, é a de fazer exposições itinerantes em lugares diversos, tanto dentro quanto fora da UFPA.

Luciano Montag explica que o Museu está passando, atualmente, por uma reformulação que deverá melhorar o atendimento. “A ideia é montar um ‘kit zoológico’, com o acervo organizado. Se a pessoa solicita espécies de peixe, vai ter uma caixa só com peixes, ou aves, ou mamíferos. Não precisa procurar em meio ao arquivo todo. Esses kits devem ter, também, um material de apoio para aula, como um roteiro”, explica.

Atualmente, o acervo do Museu de Zoologia tem cerca de três mil exemplares, sendo a metade de artrópodes (caranguejos, aranhas, gafanhotos etc.) e a outra metade de cordados (mamíferos, aves e peixes).

Serviço:
Museu Interativo da Física
Localizado no Laboratório de Física-Ensino da Universidade Federal do Pará (UFPA)
Horário de funcionamento: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h.
Pode, também, por agendamento, funcionar aos sábados ou domingos, dependendo do interesse de grupos que queiram visitá-lo.

Museu de Zoologia
Para solicitar o empréstimo dos exemplares é só entrar em contato com a coordenação do museu, solicitar o material que se tem interesse e assinar um termo de cautela para a liberação do material.

Leia mais:
>> Museu da UFPA ajuda a preservar a produção artística regional
>> UFPA é única instituição federal do Norte a ofertar graduação em Museologia
>> Museu de Geociências leva conhecimento às escolas de Belém

Texto: Anne Beatriz Costa – Assessoria de Comunicação da UFPA
Foto: Alexandre Moraes

Publicado em: 17.05.2012 18:00